Planet.DebianPT.org

Bruno MiguelGoogle, emails, publicidade e privacidade

Todos nós sabemos que o “moto” da Google é “Do No Evil”, mas a empresa tem um historial já considerável de nem sempre cumprir isto. E todos nós também sabemos que eles vão dando uma vista de olhos aos nossos emails do Gmail, através de supostos sistemas automáticos, para poder apresentar publicidade direcionada para o utilizador. Porque parte significativa das receitas da empresa é a publicidade.

Este segundo não estava totalmente explícito nos Termos de Utilização do Gmail. Até que, no seguimento de um processo judicial, a Google decidiu atualizar os Termos de Utilização de Serviço. Agora, a monitorização dos conteúdos dos emails, passa a constar claramente nestes termos.

Our automated systems analyze your content (including emails) to provide you personally relevant product features, such as customized search results, tailored advertising, and spam and malware detection. This analysis occurs as the content is sent, received, and when it is stored.

Esta atualização vem aumentar um pouco a minha relutância em relação à Google. Compreendo que queiram fazer cada vez mais dinheiro, porque eu também quero; no entanto, talvez estejam a esticar um pouco demais a corda há algum tempo. Mas mudar de serviços não é assim tão fácil, porque tenho o mesmo email há mais de uma década, uso vários serviços da empresa e ainda não encontrei uma alternativa gratuita às Google Apps. E, bem, porque sou utilizador de Android e eles gostam de integrar os serviços deles neste sistema operativo – o que também é compreensível.

Como alternativa ao Gmail, já considerei o Sapo Mail. A infraestrutura deste serviço é boa, apesar de terem margem de manobra para melhorar o interface web (simplificá-lo seria algo prioritário), mas falta algo semelhante às Google Apps. O serviço da Yahoo, mesmo agora com 1Tb de espaço disponível, não me desperta grande interesse; o Outlook.com seria uma passagem de cavalo para burro. Tenho sempre a possibilidade de colocar tudo no domínio brunomiguel.net, mas para isso teria que ter muito mais espaço para alojamento e eu não posso ter esse aumento de custos para já.

A verdade é que não me parece haver grandes alternativas ao Gmail – e restantes serviços Google, mas acima de tudo este -, tendo em conta o que oferecem. Claro que podem deixar as vossas sugestões caso conheçam um.

Por outro lado, poderei manter a minha conta Gmail durante mais algum tempo. Isto, claro, se os rumores de encriptação End-to-End e suporte para PGP no serviço de email da Google se revelarem verdadeiros. Só que, com isto, deixariam de conseguir usar os tais sistemas automáticos para ler os nossos emails e apresentar publicidade direcionada ao utilizador, o que poderá significar diminuição da receita gerada e certamente não será o pretendido pela empresa.

Graciano TorrãoConfigurar o phpMyAdmin no XAMPP

Ao realizar uma instalação do XAMPP, e dependendo dos componentes selecionados, podemos encontrar uma série de obstáculos iniciais, quando apenas pretendemos uma utilização rápida e sem complicações.

Independentemente disso, o XAMPP continua a se uma alternativa rápida e muito mais simples do que instalar tudo manualmente.

No meu caso, apenas selecionei o servidor Apache durante a instalação.

Vou tentar tentar resumir a sequência “ERRO”, “SOLUÇÃO”.

#1 – ERRO: #1045 – Access denied for user ‘root’@’localhost’ (using password: YES

erro01#1 – SOLUÇÃO: fornecer a palavra passe de root do servidor MySql.

Como eu já tinha o servidor MySql instalado, vai ser necessário fornecer a palavra passe de root ao phpMyAdmin.

No painel de controlo do XAMPP, relativamene ao serviço Apache, selecionar o botão “CONFIG” e a opção “phpMyAdmin (config.inc.php)”.

Procurar a linha:

$cfg['Servers'][$i]['password'] = ”;

Inserir a vossa password:

$cfg['Servers'][$i]['password'] = ‘esdas‘;

Agora basta reiniciar o Apache e passar à fase seguinte.

 

#2 – ERRO: Connection for control user as defined in your configuration failed.

pma

#2 – SOLUÇÃO: Crir a base de dados phpmyadmin e o utilizador pma.

Uma vez que já temos acesso aos phpMyAdmin, vamos utilizar esta ferramenta para o resto das configurações.

Colar o conteúdo do ficheiro create_tables.sql ( C:\xampp\phpMyAdmin\examples ) na caixa de comandos SQL.

erro02_scr01

De seguida pressionar “Executar”.

Se repararem, já temos a base de dados phpmyadmin.

Agora é necessário criar o utilizador pma, com privilégios de acesso a esta base de dados:

 

No painel de controlo do XAMPP, relativamene ao serviço Apache, selecionar o botão “CONFIG” e a opção “phpMyAdmin (config.inc.php)”.

Procurar a linha:

$cfg['Servers'][$i]['controlpass'] = ’123′;

Inserir a vossa password:

$cfg['Servers'][$i]['controlpass'] = ‘123‘;

Agora basta reiniciar o Apache e passar à fase seguinte.

 

#3 – ERRO: #1146 – Table ‘phpmyadmin.pma_table_uiprefs’ doesn’t exist

erro02

#3 – SOLUÇÃO: Usei esta dica ( http://yuvrajingale.wordpress.com… )

Seguindo o mesmo processo, no painel de controlo do XAMPP, relativamene ao serviço Apache, selecionar o botão “CONFIG” e a opção “phpMyAdmin (config.inc.php)”.

Procurar a linha:

$cfg['Servers'][$i]['table_uiprefs'] = ‘pma_table_uiprefs’;

Inserir a vossa password:

$cfg['Servers'][$i]['pma__table_uiprefs'] = ‘pma_table_uiprefs’;

Agora basta reiniciar o Apache e, em princípio, tudo a funcionar.

 

 


Marcos MaradoBooks and Music in 2013

Another year gone. Just like in years before, here's a recommendation of music and books, from what has been released during the year (in the case of music), and what I've read in 2013 (for books). Note that there are other, great 2013 music releases, that I only got my hands on in 2014, and those aren't on this list. Without further ado:

Books:


* Neal Stephenson - The Mongoliad (Books 2 and 3)
* Iain M. Banks - The Hydrogen Sonata
* Cory Doctorow's fiction - The Rapture of Nerds and Pirate Cinema
* Music - Looking For Europe
* Tech - Videojogos em Portugal

Music:


* Kokori - Release Candid Hate (Vinyl)
* Gvar - Vraii (Cass)
* Charanga - Borda Tu! (CD)
* Dismal - Giostra Di Vapori (CD)
* Mindless Self Indulgence - How I Learned To Stop Giving A Shit And Love Mindless Self Indulgence (CD)

Graciano TorrãoCarregar uma imagem a partir do disco(png) para uma base de dadosMySql utilizando Qt

Título em Inglês: Load image from disk (png) to a MySql database using Qt

Este exemplo surgiu da necessidade de exemplificar uma forma de gravar uma imagem numa base de dados.

Uma aplicação muito simples seria 0 armazenamento das fotografias dos sócios de um determinado clube!

O processo que descrevo é no entanto bem mais versátil, pois com pequenas alterações, podemos armazenar praticamente qualque tipo de ficheiro binário na base de dados. Para o efeito vamos utilizar um campo do tipo BLOB.

Disponibilizo um exemplo de aplicação: https://app.box.com/s/l8d3xdbzafuie8e56f1y

Vejam o vídeo que contém a demonstração.

<iframe class="youtube-player" frameborder="0" height="385" src="http://www.youtube.com/embed/JmVfkW9PSKw?version=3&amp;rel=1&amp;fs=1&amp;showsearch=0&amp;showinfo=1&amp;iv_load_policy=1&amp;wmode=transparent" type="text/html" width="630"></iframe>

 


Bruno MiguelNotas sobre o Meo Music

Há alguns meses que sou cliente M4O, mas ainda não tinha utilizado os serviços adicionais que são disponibilizados pela operadora e estão incluídos no pacote que subscrevi. No entanto, desde que o Zeinal Bava anunciou que o tráfego de dados móveis do Meo Music não seria contabilizado para o plafond de internet incluído para os telemóveis, instalei a aplicação e comecei a usá-la como rádio quando estou no carro. Basta-me ligar um cabo de som ao rádio e assim posso ouvir o que me apetece, em vez de ter que gramar com a porcaria que passa em quase todas as rádios.

Uso a aplicação quase diariamente há 2 meses, talvez 3. Depois deste tempo, tenho alguns apontamentos a fazer acerca da aplicação Meo Music para Android (e talvez até do serviço em geral), e que partilharei aqui. Espero que a equipa que desenvolve e gere o serviço os veja como algo construtivo.

Pontos positivos

O melhor para mim tem sido a grande coleção musical disponibilizada. Os meus gostos musicais não incluem muita música popular (aliás, quase nenhuma), ainda assim encontro imensa coisa de que gosto no Meo Music.

Também, permite-me aceder a artistas classificados como musicalmente semelhantes ao que estou a ouvir, e ainda ler informações sobre eles. Se gostam de descobrir projetos musicais novos, recomendo o Meo Music.

Tudo isto está disponível em Android, iOS, Windows, Mac OS X e julgo que também em Windows Phone. De acordo com a equipa, há uns tempos no Twitter, uma aplicação para GNU/Linux está planeada ou já mesmo em desenvolvimento.

Pontos negativos

O meu telemóvel é um Samsung Galaxy S com um single-core a 1GHz, mas com overclock a 1.2GHz e um pequeno hack para ter mais RAM. Assim, por exemplo, consigo correr a aplicação do Facebook relativamente bem. O Meo Music, no entanto, dá erros com alguma frequência.

A velocidade do stream também não é das melhores. Se mudar de artista, demora uns largos segundos até começar a dar música, se não demorar mais de 1 minuto; por outro lado, por vezes mudo de artista e a música começa rapidamente. Isto acontece aleatoriamente e é irritante. Já com o Spotify não é assim.

Também, falta a possibilidade de poder pôr músicas a tocar aleatoriamente e de criar playlists/rádios automaticamente baseadas num artista. Parecendo que não, isto é uma falha muito grande, no que à minha opinião diz respeito. E sim, o Spotify tem estas funcionalidades.

Balanço geral

No geral, a experiência com o Meo Music tem sido positiva. Mas a verdade é que isso se deve, essencialmente, à não contabilização do stream para o plafond de internet móvel. Se passarem a permitir tocar músicas aleatoriamente e a criar rádios baseadas num artista, ficará muito boa. Espero que isso esteja para breve.

info sobre a imagem

Bruno MiguelOs Simpsons chegam aos Legos

A série The Simpsons faz 25 anos, e para celebrar a ocasião a Lego e a Twentieth Century Fox anunciaram que vão lançar uma coleção de 16 figuras Lego inspiradas nalgumas das personagens mais famosas da criação de Matt Groening. O preço é de 4 dólares a peça.

Bruno MiguelMarge Simpson IRL*

Marge Simpson IRL

Esta imagem não é uma pintura hiper-realista ou uma edição exagerada em Photoshop. Nem um pesadelo, caso a achem assustadora. É o trabalho do fotógrafo Alexander Khokhlov, que recorre a maquilhagem para criar imagens que parecem altamente editadas mas não o são.

*IRL = In Real Life (Na Vida Real)

Bruno MiguelMintBox 2 oficialmente à venda na Europa

O computador MintBox 2, lançado no verão passado, chegou agora oficialmente à Europa. Os cidadãos europeus interessados poderão agora adquirir este equipamento com custos de envio bem inferiores.

Apesar disso, os €599 necessários para o adquirir através da Amazon alemã continuam a ser um pouco elevados para as características que possui. Convém no entanto frizar que a Compulab, a empresa israelita que desenvolveu este computador, doa 5% de cada venda ao projeto Linux Mint, o que significa que estarão a contribuir para um projeto de software livre se decidirem comprar o MintBox 2.

No que toca ao hardware, estas são as características do computador:

  • Processador Intel Core i5 dual-core CPU @ 1.8GHz;
  • 4GB de RAM DDR3;
  • Disco com 500 GB;
  • Duas portas de rede gigabit e recetor Wifi 802.11n;
  • Bluetooth;
  • Porta HDMI, portas USB e Digital Audio Out;
  • Caixa de alumínio.

Caso estejam interessados em comprar uma (ou mais) destas máquinas, poderão fazê-lo através das Amazon britânica e alemã.

Graciano TorrãoComo criar um splash screen em Qt

Este exemplo que publiquei em 2009 está completamente desatualizado ( ver aqui )

Deixo o link para a nova versão: https://app.box.com/s/y07maecs6sh6qg4wco36


Graciano TorrãoDB03 – Exemplos de escrita de uma aplicação para Acesso a Base de Dados

Mais um exemplo, que surge na sequência dos dois anteriormente publicados:

  1. DB01
  2. DB02

Neste caso, acescento uma nova funcionalidade, que consiste na sincronização de uma QTableView com um QDataWidgetMapper, ambos ligados ao mesmo modelo (QSqlRelationalTableModel).

db03_1

db03_2

Ainda falta corrigir alguns bugs, mas aceitam-se reclamações!

Fazer o download do exemplo: db03_v1


ZACHARiASUbuntu 14.04 Alpha | Post Install – part I

buntu1404

First things first: you’ll need to update you’re software sources. Feel free to copy mine, for the time being. Don’t forget to update the mirrors as close to your location as you can.

Now, let’s begin…

Flash, java & git

$ sudo apt-get install openjdk-7-jre icedtea-7-jre-jamvm \
gsfonts gsfonts-x11 flashplugin-installer git git-core

TrueType Fonts

eula

$ sudo apt-get install ttf-mscorefonts-installer

Extra suppport for compressing and decompressing files

archive

$ sudo apt-get install unace rar unrar zip unzip p7zip p7zip-full \
p7zip-rar sharutils uudeview arj cabextract

Multimedia

$ sudo apt-get install libbluray-bdj libmad0 mpeg2dec mpegdemux \
libmpeg3-1 libmpeg2-4 liba52-0.7.4 libquicktime2 libmp4v2-2 faad \
lame flac mpeg3-utils icedax vlc

Now note, that w64codecs and libdvdcss2 where only present on medibuntu repository, which has ceased to exist. So I suggest using debian’s multimedia repo for installing these packages.

Add this line to your souce.list file…

deb http://www.deb-multimedia.org jessie main non-free

…and install the packages

$ sudo apt-get update && sudo apt-get install w64codecs libdvdcss2

You’ll get a warning if you want to install it from untrusted sources, just say yes. after that just remove the above mentioned line from your repos, or jus add a # to the beggining of it.

BTW: DEBIAN <3

Internet stuff
Some p2p goodness and Chrome

chrome
Firstly, the p2p goodies and ftp support

$ sudo apt-get install transmission amule filezilla

Then some Google Chrome

32bit

wget https://dl.google.com/linux/direct/google-chrome-stable_current_i386.deb

64bit

wget https://dl.google.com/linux/direct/google-chrome-stable_current_amd64.deb

Go to your download location and simply install it by running

sudo dpkg -i google-chrome-stable_current_i386.deb

or

$ sudo dpkg -i google-chrome-stable_current_amd64.deb


IM Stuff

$ sudo apt-get install pidgin pidgin-data pidgin-themes xchat


Firewall

firewall

A very nimble firewall is gufw, frontend for ufw. Simply install it by:

$ sudo apt-get install gufw

Now, check your state/settings…

$ sudo ufw status verbose

…and add some rules

$ sudo ufw deny 5353/udp && sudo ufw deny 5900/tcp && \
sudo ufw deny 22 && sudo ufw deny 25/tcp \
&& sudo ufw deny 135,139,445/tcp \
&& sudo ufw deny 137,138/udp && sudo ufw deny 110 && sudo ufw deny 2049 \
&& sudo ufw deny 143 && sudo ufw deny 21/tcp && sudo ufw deny ssh

If not enable at this point, please run

$ sudo ufw enable

More info & rules at: www.frozentux.net/documents/iptables-tutorial

Image Stuff (optional in my case)

GIMP + extras

$ sudo apt-get install gimp \
&& sudo apt-get install gimp-plugin-registry gimp-data-extras

Filed under: Linux, Tutorials

ZACHARiASHow to Install darktable | elementaryOS Luna and Ubuntu 12.04 without PPA’s

darktable-logo

darktable is an open source photography workflow application and RAW developer. A virtual lighttable and darkroom for photographers. It manages your digital negatives in a database, lets you view them through a zoomable lighttable and enables you to develop raw images and enhance them.

I don’t really like to install ppa’s to my system. It confuses me by not knowing exactly what my software sources are. So let’s install a kick-ass free software. And opnesource to ^^

1. Add the following lines to the repo list

$ deb http://ppa.launchpad.net/pmjdebruijn/darktable-release/ubuntu precise main

2. Add the repo keys and update them

$ sudo apt-key adv --keyserver keyserver.ubuntu.com --recv-keys 40C18E9EC07EE05F && sudo apt-get update

3. And install it!

$ sudo apt-get install darktable -y

4. ‘NJOY OPENSOURCE PHOTO EDITING!

darktable

NOTE: If you have any improvements, suggestions or observations to this tutorial, just let me know.

kudos!


Filed under: Linux, Tutorials

ZACHARiASInstall Sigil: elementaryOS Luna and Ubuntu 12.04

sigil_logo

Find more abou Sigil, here: http://goo.gl/JH85MD

1. Add the PPA’s

$ sudo add-apt-repository ppa:sunab/sigil-git

And you also need to add this, for not getting QT dependencies errors

$ sudo add-apt-repository ppa:ubuntu-sdk-team/ppa

2. Update and install

$ sudo apt-get update && sudo apt-get install sigil -y

After this, if you want to remove the ppa’s may do so by:

sudo apt-add-repository --remove ppa:name_of_ppa

SOURCE: http://goo.gl/XrDYyU


Filed under: Linux, Tutorials

ZACHARiASHow to safely update your Kernel: elementaryOS Luna and Ubuntu 12.04

1. Install if (you haven’t already) aptitude

sudo apt-get intall aptitude

2. Check tha latest kernel image available from the repos you have by

aptitude search linux-image

kernel

As you can see the latest image available for may system is linux-image-3.8.0-36-generic. For further updates and newer images, just change the image name.

3. So let’s install it by:

sudo apt-get install linux-image-3.8.0-36-generic

4. Reboot your system and then check your system info:

uname -o -s -r -v

And you should be getting something like this:

kinfo

NOTE: If you have any improvements, suggestions or observations to this tutorial, just let me know.

kudos!


Filed under: Linux, Tutorials

Bruno MiguelKiev, antes e depois dos confrontos

A Praça da Independência, em Kiev, tem sido palco de manifestações e confrontos muito violentos, que resultaram em várias mortes. A devastação causada tem sido terrível. O Marco Santos publicou um artigo com 70 fotos destes confrontos, com algumas imagens de arrepiar. Mas a que me deixou mais estupefacto foi a que coloquei neste post.

Esta imagem é uma junção de duas fotos: a da esquerda foi tirada antes dos confrontos pelo responsável do blog Travel-Monkey; a segunda é da autoria da fotografa da Reuters, Olga Yakimovicha. O redditor* Nasdaf é o autor deste “antes e depois” e o resultado tornou-se viral em pouco tempo.

*redditor é o nome dado a um utilizador do site Reddit

Footnotes